Loading...

Quem Somos

Quem Somos

Somos um grupo de cidadãos que decidiu ter um papel interventivo e exercer o dever de cidadania participando da solução de um problema de saúde pública que afeta o nosso país, a baixa taxa de sobrevivência às paragens cardiorrespiratórias fora do meio hospitalar, que é uma das mais baixas da Europa.

Realidade em Números

Uma paragem cardiorrespiratória é um evento grave, mas não significa que seja uma fatalidade com um desfecho inevitável. É possível reverter um número significativo dessas ocorrências, se funcionar a chamada CADEIA DE SOBREVIVÊNCIA.

1. Identificar
2. Comunicar
3. Reanimar
4. Desfibrilhar
5. Estabilizar

A Sociedade Civil é responsável pelos primeiros elos desta Cadeia, visto serem familiares, amigos, colegas ou outros cidadãos comuns que assistem a grande maioria desses eventos. 
Tendo em conta os primeiros 10 minutos serem decisivos na reversão da PCR é o cidadão comum que poderá fazer a diferença, salvo casos excecionais os meios de socorro não conseguem chegar à vítima em menos de 10 minutos.

32 Morrem por dia de PCR
(paragem cardiorrespiratória)
12000 Morrem por Ano de PCR
(paragem cardiorrespiratória)
2453 Desfibrilhadores
em Portugal
2 Desfibrilhadores por
cada 10000 Habitantes
3 Taxa de Sobrevivência
a um PCR fora do meio
hospitalar
2 Das  PCR’s tem Alta
Hospitalar
1 Consegue Retomar à
sua Vida normal
10 Ao fim de 3 minutos
perde-se 10%
de probabilidade de vida.
80 Das PCR’s acontecem em
casa ou em Lugares públicos.