A reanimação cardíaca

é um direito de todos os cidadãos,

e saber reanimar é um dever de cada um.

A NOSSA MISSÃO


Divulgar ativamente o manifesto do movimento cívico Salvar Mais Vidas

Influenciar os decisores políticos a implementar as propostas do manifesto com urgência

Tornar os objetivos do manifesto uma realidade no nosso país

PORQUÊ?


Em Portugal a taxa de sobrevivência da morte súbita cardíaca é muito baixa (menos de 3%)

Afeta 10.000 pessoas por ano no nosso país (1 vítima por hora)

A população não sabe fazer suporte básico de vida (socorro iniciado antes da chegada do 112 em apenas 25% dos casos)

O acesso dos portugueses a desfibrilhadores ainda é muito reduzido (só 2 DAE por 10.000 habitantes)

OBJETIVOS


Um país mais bem preparado para responder a emergências médicas e situações de paragem cardiorrespiratória

1/3 da população saber fazer suporte básico de vida e utilizar um DAE

Aumentar a taxa de sobrevivência da morte súbita cardíaca para 30% até 2030

PROPOSTAS


Ensino de SBV-DAE obrigatório por lei nas escolas
  • • Ensino de SBV-DAE para todos os alunos do 10º, 11º 12º, uma vez por ano, 3h seguidas

  • • 50% do tempo de prática, com 1 manequim e 1 simulador de DAE por cada aluno

  • • Lecionado por professores com formação certificada em SBV-DAE (curso ministrado por entidade formativa acreditada pelo INEM, com 1 dia de duração e 5 anos de validade)

  • • Ensinado preferencialmente na disciplina de educação física

  • • Precedido de noções básicas de socorrismo na disciplina de oferta complementar no 7º, 8º e 9º

Formação de SBV-DAE obrigatória para determinadas profissões
  • • Frequência obrigatória de formação certificada em SBV-DAE (curso ministrado por entidade formativa acreditada pelo INEM, com 1 dia de duração e 5 anos de validade) para:

  • • Médicos, enfermeiros, cardiopneumologistas, fisioterapeutas, dentistas, farmacêuticos, outros profissionais de saúde, bombeiros, treinadores e personal trainers, vigilantes, novos polícias, novos militares, novos professores...

Mais sensibilização e mais desfibrilhadores
  • • Promover campanhas de sensibilização sobre prevenção e combate à morte súbita cardíaca

  • • Alargar a lista de locais onde é obrigatório ter Programas DAE: ambulâncias de socorro, estabelecimentos de ensino, ginásios e recintos desportivos, farmácias, instalações empresariais e industriais, edifícios públicos, hotéis, praias...

  • • Incentivar a utilização de DAE em caso de PCR

  • • Nas situações de PCR encorajar o INEM (CODU) a ativar a rede nacional de Programas DAE (para se iniciar o socorro e desfibrilhação ainda antes da chegada do 112)

  • • Definir como norma um mínimo de 6 Operacionais DAE por cada desfibrilhador e tomar medidas para assegurar o funcionamento dos Programas DAE ao longo do tempo

PETIÇÃO


Conheça a nossa petição.

Conheça aqui a petição entregue na Assembleia da República no mês de Julho de 2018 com assinaturas de 7200 cidadãos.

QUEM SOMOS


Somos um grupo de cidadãos que decidiram unir esforços em torno de uma causa comum que é o combate à morte súbita e o direito constitucional que é o direito à vida e como tal o direito a poder ser reanimado.

Conselho Consultivo

Hélder Dores

Médico

Cardiologista
Fausto Pinto

Médico

Cardiologista e diretor da Faculdade de Medicina de Lisboa
Filipe Serralva

Médico

Clínico com mais horas de emergência pré-hospitalar em Portugal
Luis Baquero

Médico

Cirurgião cardiotorácico
Nuno Bettencourt

Médico

Cardiologista
Paulo Freitas

Médico

Internista e intensivista
Pedro Aragão

Médico

Cardiologista

Coordenação

Susana Oliveira
Professora de educação física, docente no agrupamento de escolas Leal da Câmara em Sintra.
Gabriel Boavida
Fundador do movimento cívico Salvar Mais Vidas, fisioterapeuta, interessado pela vida pública. Familiar de vítima de PCR.
Paulo Marques
Profissional na área da comunicação, relações públicas, organização e gestão de eventos. Interessado pela vida coletiva.

AMIGOS E PARCEIROS


Basílio Horta


Cláudio Henriques

Coronel Sousa e Castro


Diogo Infante

Fernando Mamede


Fernando Pereira

Joaquim de Almdeida


Jorge Mourato

Jorge Vieira


José Pedro Vasconcelos

José Rodrigues Dos Santos


Luisa Ortigoso

Manuel Luis Goucha


Maria João Grancha

Marta Pereira Da Costa


Nilton

Patrícia Tavares


Paulo Barrigana

Pedro Fernandes


Pedro Laginha

Rita Salema


Rui Mendes

Rui Silva


Rui Veloso

Sofia Cerveira


Tânia Ribas de Oliveira

Tomás Adrião


Vanessa Oliveira

Fátima Lopes


Paulo Matos

Heitor Lourenço


CONTACTOS


Movimento Cívico
SALVAR+VIDAS

Algueirão, Mem Martins

Sintra

geral@salvarmaisvidas.pt

Tel: 933 382 036

Alguma dúvida?

Se tiver alguma questão envie uma mensagem através deste formulário: